Marco Simoncelli deixou-nos

Talentoso, simples, simpático e sempre muito alegre Marco Simoncelli, faleceu numa queda durante o GP da Malásia.

111024_Simoncelli_Lisboa.jpg


Das novas estrelas do Mundial de MotoGP Marco Simoncelli era aquela que melhores vibrações transmitia, como pessoa e piloto. Talentoso, simpático, simples e sempre sorridente era a sua forma de ser em todas as situações. Começou a competir aos nove anos no Campeonato Italiano de Minimotos, onde conseguiu dois títulos consecutivos, em 1999 e 2000. Chega ao Mundial de Velocidade em 2002 como "wildcard" precisamente no Grande Prémio do Estoril, onde terminou num impressionante 13º lugar.

2003 é o seu primeiro ano de Campeonato Mundial de 125 onde conseguiu ter como melhor resultado um 4º lugar. É no ano seguinte que conquista a sua primeira vitória, em Jerez de la Frontera. Em 2006 passa para a classe de 250 cc e é Campeão do Mundo desta classe em 2008. Perdeu o título no ano seguinte, depois de uma temporada azarada, na última corrida devido a uma queda. Em 2010 entra na classe rainha do Mundial de Velocidade, onde competiu até ao Grande Prémio da Malásia no Domingo passado.

Sempre foi uma pessoa apaixonada e vivia cada momento com prazer, por esse motivo era considerado o "Rossi" da nova geração. Valentino Rossi era o seu ídolo desde criança, com quem partilhava uma estreita relação de amizade. Muitas têm sido as reacções de pesar de toda a comunidade e não podemos deixar de homenagear aqui um piloto que considerávamos como um dos mais brilhantes jovens da actualidade.

Viveu a sua grande paixão intensamente e até ao fim, vai deixar saudades.


Publicado em 2011-10-28 17:10:00