Miguel Praia segundo

Foi um bom fim de semana em Interlagos para Miguel Praia, que depois de ter feito uns bons treinos de qualificação, arrancou do segundo lugar da grelha, para terminar pela primeira vez este ano no pódio. A corrida foi marcada por condições climatéricas incertas o que levou a que fossem escolhidos pneus de chuva, como podem acompanhar no vídeo.



Fonte: Hype / Miguel Praia

Miguel Praia teve um fim de semana muito consistente em São Paulo, na pista de Interlagos, a 5ª ronda do Campeonato Brasileiro de Moto 1000 GP. Aos comandos da CBR 1000RR com as cores da Center Moto o piloto de Albufeira mostrou-se confortável com a pista desde os primeiros treinos livres aqui realizados e confirmou o bom momento na qualificação ao ser segundo a apenas 164 milésimas da ‘pole’ assinada pelo líder do campeonato, o argentino Luciano Ribondino.

O traçado paulista, com o nome de Autódromo José Carlos Pace, revelou-se algo “trabalhoso” para pilotos e equipas devido à pouca tracção que o asfalto revela devido ás elevadas temperaturas, mas a chegada de um novo composto nos pneus que equipam toda a caravana, mais mole que o composto até utilizado, mostrou-se mais adequado à CBR e ao estilo de condução de Miguel Praia, isto durante os treinos.

“Desde o primeiro momento que a pista se mostrou muito escorregadia e de ‘grip’ reduzido, mas penso que isso está a ajudar-nos em conjunto com os novos pneus. Estive sempre entre os três primeiros em todas as sessões de treinos e na qualificação segurei a segunda posição desde a primeira fase da mesma, confirmando e reduzindo a diferença para o primeiro na derradeira sessão de apenas dez minutos.”
 


Já no Domingo as condições climatéricas alteraram-se com a presença de alguma chuva. Miguel Praia arrancou bem e desde cedo mostrou que a sua intenção era terminar entre os primeiros e conseguiu a segunda posição na categoria raínha do campeonato de velocidade brasileiro. Lutou até ao final pela vitória com o argentino Diego Pierluigi, com a decisão a surgir mesmo perto do final da corrida quando na dobragem a um piloto atrasado o sul-americano ficou mais à vontade para vencer.

“A chuva foi marcante especialmente porque não era constante. Isso deixou algumas apreensões quanto ao pneu a utilizar, mas todos os dez da frente escolhemos o pneu de chuva para não correr riscos. Depois de equacionar mesmo em arriscar na utilização de um pneu de seco optei igualmente pelo composto de chuva, mas o ideal teria sido mesmo o pneu de piso seco. Mas era um risco demasiado grande.”

Uma opção que causou no entanto trabalho acrescido a Miguel Praia pois com uma altura diferente do pneu de chuva face ao habitual na CBR 1000RR o sistema de controle de tracção teve que ser desligado pois a sua actuação prejudicava o desempenho do piloto. Com o traçado a começar a secar os pilotos tiveram que gerir o desgaste dos pneus, ritmo que se alterou quando o líder aumentou o seu ritmo, com Praia a seguir no seu encalço.

“Quando o Diego aumentou o ritmo tive que o seguir. Estava confortável com a moto e queria discutir a vitória na fase final da corrida, mas acabei por perder algum tempo e a própria segunda posição na dobragem a um piloto mais lento, conseguindo no entanto recuperar antes da bandeira de xadrêz para conseguir este fantástico segundo posto, o melhor do ano e que me motiva ainda mais para as próximas corridas do campeonato.”

A chegada de um novo composto de pneus ao campeonato mostrou nos treinos que a CBR 1000RR pode lutar com as mais potentes BMW e Kawasaki e neste dia de quinta corrida do campeonato ficou claro que a evolução que a moto sofreu desde a primeira prova da época irá tornar o algarvio ainda mais competitivo.

“A Center Moto e o José Carlos Saraiva têm sido incansáveis para me colocar a melhor moto à disposição e com estes novos pneus sinto que vamos ser muito mais rápidos daqui para a frente. A concorrência é forte mas estamos aqui para lutar e tudo é possível graças a esta fantástica equipa e a todos os meus patrocinadores que desde o primeiro momento me apoiaram neste campeonato.”

A próxima prova deste Moto 1000 GP 2013 realiza-se no dia 20 de Outubro em Santa Cruz do Sul, um circuito muito recente com algumas curvas muito semelhantes ás do Autódromo Internacional do Algarve e onde Miguel Praia quer estar de novo na luta pela vitória.


Publicado em 2013-09-24 10:09:00