H-D Street Glide: o motor

O Twin Cam 103 é a unidade motriz que anima a Street Glide de 2013, que dá continuidade a uma tradição de motores bicilíndricos refrigerados por ar, mas com tecnologia moderna.

121102_hd_streetglide_03.jpg

No Twin Cam 103 a Harley apresenta o máximo da tecnologia aliada à tradição das suas unidade bicilíndricas refrigeradas por ar. Este motor vem de uma longa linha de evolução que chega agora a uma cilindrada de perto de 1700 cc. Na alimentação esta unidade apresenta um sistema de injecção sequencial que garante a correcta dose de gasolina para cada momento, traduzindo-se em boas prestações, consumos e baixas emissões poluentes.

No caso da Street Glide este motor está montado no quadro ligando-se através de elementos isolantes. Ou seja grande parte da vibração não é sentida pelos ocupantes, garantindo um maior conforto para as grandes distâncias. Mas o pulsar típico de um bicilíndrico Harley chega ao condutor, para que se sinta a "vida" que há dentro de cada um dos cilindros quando se dá uma explosão.
Mas o prazer maior passa mesmo por sentir o pulsar, as vibrações, que o bicilíndrico Twin Cam 103, emana a cada aceleração que lhe imprimimos. É um prazer passar de caixa e sentir a força que gera a baixas rotações e a forma deliciosamente preguiçosa mas consistente com que sobe de regime até perto das 3000 rpm. Daqui para cima o bicilíndrico ganha uma nova vida e solta-se, esquecendo as "mordaças" do binário a baixa rotações, para nos servir com a rapidez dos cavalos de potência.

Por muito que se fale em "entrega de potência refinada", "binário a baixa rotação" e "murmurar", a verdade é que chega sempre aquele momento em que queremos rodar o punho e, por muitos cromados que a nossa moto possua, queremos sentir que a subida de rotação é rápida e esta se transforma em pura aceleração. A partir das 3000 rpm o "103" da Glide abre as "goelas" e as sua característica calma transforma-se numa postura bem mais alegre, capaz de satisfazer alguns desejos de superação nos "tais" passeios com os "amigos acelerados". E garanto-vos que chega para não se passar vergonha.

A caixa de velocidade é unidade "Cruise Drive" de seis velocidades, que é dizer que a sexta relação é muito longa, colocando o motor a uma rotações muito baixas para quando se quer rolar sem sentir tanta vibração. O seu funcionamento é suave "qb", mas sempre com o característico "clank" quando se engrena a primeira. A Glide vem equipada com um selector de caixa com duas extremidades, para a ponta do pé e para o tacão. Pode assim ser usada sem estragar as botas ou sapatos.


Publicado em 2012-11-09 18:11:00